" Só somos porque estamos sendo. Estar sendo é a condição, entre nós, para ser." Paulo Freire

sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

QUE ANO !!

      O ano de 2011 está chegando ao fim, ano que ficou marcado por denúncias, greves e movimentações sociais por todo o mundo. Participe de duas greves simuntaneamente. O cansaço é evidente em meu corpo e mente. Mas as experiências que passei este ano foram ilimitadas, marcantes e construtivas. Tive a oportunidade de refletir muitos dos meus objetivos e propostas para a vida. AGRADEÇO A DEUS e a MINHA FAMILIA E AMIGOS pela força que me deram. Agora é curtir as férias merecidas e aguardar o próximo ano.

VALEU !!!!                        BOAS FESTAS !!!!

terça-feira, 29 de novembro de 2011

NOVO CÓDIGO FLORESTAL

A mais de 500 anos a exploração dos recursos naturais no Brasil é uma coisa absurda, perdemos mais de 90% da mata atlântica e temos senadores que não estão respeitando a voz da população consciente e científica que apela para um novo código florestal com uma abordagem mais ecológica e responsável. Se não tivermos a preocupação com as matas ciliares e regras claras e objetivas no combate a destruição de nossas florestas estaremos condenando a rica fauna e flora brasileira.

segunda-feira, 21 de novembro de 2011

NOVO CÓDIGO FLORESTAL

 A PREOCUPAÇÃO É GERAL, COM A PROPOSTA DO NOVO CÓDIGO FLORESTAL, TEMOS VÁRIAS FORMAS DE PRODUZIR NO BRASIL NÃO É NECESSÁRIO DESMATAR AINDA MAIS!!! ACORDA SENADORES, O BRASIL DIZ NÃO A DESMATAÇÃO!!!



videoRETIRADO DO YOU TUBE

quinta-feira, 10 de novembro de 2011

ROMANOS

ATIVIDADE

ROMANOS:    LIGAÇÕES COM O COTIDIANO


            Nossa sociedade destaca-se com várias características semelhantes ao de roma antiga e algumas infelizmente são negativas. Dentre elas destaca-se a corrupção na república romana, muitos senadores, utilizavam de seus poderes para facilitar desejos pessoais, praticamente igual ao de vários políticos brasileiros que são acusados semanalmente na impressa brasileira de favorecimento a empresas em licitações de obras públicas, entre outras. Com o surgimento do Estado no fim da idade dos metais, esta estrutura que deveria servir a comunidade, começa a ser utilizada em benefício de alguns, que utilizam deste poder para explorar e dominar. Assim observamos que o domínio do Estado traz o poder para beneficiar poucos, pois bem, de qual sociedade nos estamos falando mesmo?  Roma antiga ou Brasil atual?

ATENÇÃO !!   RESPONDA:

1 – Comente o texto acima, ligando ao assunto estudado.

2 – Pesquise uma reportagem sobre corrupção atualmente no Brasil.

3 – Entregar para o professor o trabalho:

-      CAPA
-      TEXTO COMENTADO
-      PESQUISA
-      FONTES BIBLIOGRÁFICAS
 
Cada item em uma folha separada, pode ser digitado. Qualquer dúvida perguntar ao professor que esta presente nos períodos matutino e vespertino.

terça-feira, 11 de outubro de 2011

ATIVIDADE DO EJA

Após as apresentações responda a seguinte questão:

 Quais ligações as civilizações da antiguidade tem com a com a nossa sociedade atual?

terça-feira, 13 de setembro de 2011

CIDADANIA

ATIVIDADE DE SOCIOLOGIA

POSTAR NO COMENTÁRIO O SEU CONCEITO DE CIDADANIA

" Todos os cidadãos tem direitos e deveres. Em primeira instância é necessário conhecer esses direitos e deveres. "

segunda-feira, 12 de setembro de 2011

GREGOS

    Os povos da Grécia Antiga se desenvolveram a partir da mistura de outros grupos sociais como os cretenses, eólios, dóricos, jónicos, assim como o povo brasileiro que se formou  a partir da mistura dos povos indígenas, europeus e africanos. A cultura americana teve grande influência dos povos da grécia dentre algumas, a língua - latim - que influenciaram os romanos. A alimentação também pode-se dizer que nos influenciou pois o pão é muito consumido em nossa sociedade. A ciência desenvolvida e estudada na Grécia também nos proporcionou grandes descobertas e serve com base praticamente a todas as ciências desde a filosofia até a medicina.
    A civilização grega nos permite refletir  no que se diz respeito aos costumes e crenças religiosas na utilização da persuasão dos Povos. Assim observamos que em todas as sociedades da antiguidade que se utilizaram do ESTADO  para sua organização social, também existiam a divisão social. Na grécia não foi diferente, as classes sociais divididas em Aristocratas, Homens livres, estrangeiros e escravos, nos permite  refletir que os tempos mudaram, os períodos da história passaram, mas a exploração do homem permaneceu. Comparamos aos dias de Hoje vemos que os movimentos sociais atuais também defendem o fim da exploração do homem pelo trabalho como existia na Grécia Antiga. 

OBSERVE AS IMAGENS E DESCREVA SOBRE ELAS RELACIONANDO AO ASSUNTO ABORDADO NAS AULAS DE HISTÓRIA:



segunda-feira, 29 de agosto de 2011

INGLATERRA


Lembrai-vos dos Sex Pistols

Professor-titular de História Moderna e Contemporânea da UFF faz considerações sobre as recentes revoltas na Grã-Bretanha

Luiz Carlos Soares
     

Muito tem se falado e discutido sobre as recentes revoltas que abalaram as principais cidades da Grã-Bretanha no início deste mês de agosto. Especialistas são convocados para dar a sua opinião acerca dos fatores que “causaram” as riots (como os britânicos designam as revoltas em geral) e as medidas que poderão ser tomadas para evitá-las futuramente.
A grande maioria dos entrevistados tende a opinar de acordo com a voz dominante da imprensa e da política britânicas, no sentido de vê-las como movimento de “arruaceiros” e “criminosos” contra a “tranquilidade pública”, com seus ataques a determinados prédios e estabelecimentos comerciais. Já as vozes discordantes da cantilena oficial, como o jornalista e escritor Tariq Ali, indicam em geral que, na raiz dos problemas, está a política de desmantelamento do estado de bem-estar social executada por governos neoliberais, desde o início dos anos 1980, com a conservadora Margareth Thatcher, passando pelo “Novo Trabalhismo” de Tony Blair e Gordon Brown, até chegar ao conservador David Cameron, que aboliram uma série de benefícios sociais, criaram uma situação de desemprego elevado (sobretudo entre os jovens) e atacaram os sistemas públicos de educação e saúde, levando-os a uma significativa perda de qualidade e capacidade de atendimento efetivo à população.
Sem querer negar os elementos apontados pelas vozes críticas, gostaria de trazer um outro elemento para este debate, também apontado pelo jovem escritor britânico Owen Jones, autor do livro “Chavs: the demonization of the working class” (“Chavs: a demonização da classe trabalhadora”), que focaliza a tendência, cada vez mais crescente, de seus compatriotas, de certos setores da mídia e da intelectualidade conservadora, de transformar a classe trabalhadora em objeto de medo (criminalizando seus comportamentos sociais) e escárnio (ridicularizando seus hábitos de consumo e estilo de vida). Além disso, Owen Jones aponta que esta tendência está claramente enraizada na cultura política dominante na Grã-Bretanha, que, por sua vez, reflete uma rígida estrutura de classes, onde a ascensão dos segmentos mais pobres é bastante limitada.
É sobre esta linha de raciocínio que gostaria de me debruçar.



Retirado do site:www.revistadehistoria.com.br

quinta-feira, 18 de agosto de 2011

" O Passo "

Textos e Ideias do Curso TCIs


O PASSO

Atualmente a educação vem buscando alternativas para propor conhecimento aos alunos. Os profissionais da educação devem desenvolver métodos alternativos ou específicos individuais ou coletivos para que possam criar experiências produtivas na aprendizagem do educando. Acreditamos que o professor deve aprimorar e criar, criar e criar, utilizando de varias ferramentas desde a utilização do quadro até os instrumentos digitais. Segundo o método O PASSO vem de encontro com algumas dificuldades dos alunos e professores para compreender as partituras, tempos e contratempos da música. Com um pouco de criatividade e estudo foi desenvolvido um método alternativo para a compreensão de determinados temas. Assim também os educadores devem sentir e procurar métodos, alternativas e conhecimentos para desenvolver aprendizagem com os alunos para que estes adquiram conhecimento.
Assim, acredito que atualmente ser professor “ não é pra quem quer, e sim para quem pode “, pois o ensino atualmente é algo cada vez mais complexo e de extrema criatividade, sempre preocupado com: Como é que vou ensinar o educando este conteúdo? 

terça-feira, 16 de agosto de 2011

" O VENENO ESTA EM NOSSA MESA "

O brasileiro consome 5,2 litros de agrotóxicos por ano!!!! Veja na reportagem com Silvio Tendler



Silvio Tendler: o veneno está na mesa do brasileiro


Silvio Tendler é um especialista em documentar a história brasileira. Já o fez a partir de João Goulart, Juscelino Kubitschek,Carlos Marighela, Milton Santos, Glauber Rocha e outros nomes importantes. Em seu último documentário, Silvio não define nenhum personagem em particular, mas dá o alerta para uma grave questão que atualmente afeta a vida e a saúde dos brasileiros: o envenenamento a partir dos alimentos.

Em O veneno está na mesa, lançado no último dia (25) no Rio de Janeiro, o documentarista mostra que o Brasil está envenenando diariamente sua população a partir do uso abusivo de agrotóxicos nos alimentos. Em um ranking para se envergonhar, o brasileiro é o que mais consome agrotóxico em todo o mundo, sendo 5,2 litros a cada ano por habitante. As consequências, como mostra o documentário, são desastrosas.Em entrevista exclusiva ao Brasil de Fato, Silvio Tendler diz que o problema está no modelo de desenvolvimento brasileiro. E seu filme, que também é um produto da Campanha Permanente Contra os Agrotóxicos e pela Vida, capitaneada por uma dezena de movimentos sociais, nos leva a uma reflexão sobre os rumos desse modelo. Confira.


Retirado do site:
http://www.mst.org.br/O-brasileiro-come-veneno

 Veja o vídeo:
http://www.viomundo.com.br/denuncias/o-filme-de-silvio-tendler-sobre-os-agrotoxicos.html
 

sexta-feira, 12 de agosto de 2011

SÓ COM GREVE MESMO?!!

Tartaruga na educação

     A nomeação do prometido Grupo de Trabalho para estudar as mudanças na educação e a descompressão da tabela salarial dos professores está tramitando no governo no dorso de uma tartaruga.   De acordo com informações oficiais, no dia 2 de agosto, a Secretaria da Educação recebeu o ofício do Sinte com a indicação dos quatro professores que vão representar o Sindicato.   Mas somente ontem, dia 11 de agosto, a Secretaria remeteu o documento ao governador Raimundo Colombo, que o despachou para o secretário da Administração, Miltom Martini.   No Centro Administrativo não se sabe quando haverá a assinatura do ato constituindo a prometida comissão especial.  Passaram-se já 30 dias do fim da greve. O prazo para conclusão dos trabalhos, fixado pelo próprio governo, era de 120 dias.  A partir de quando, também ninguém sabe.
RETIRADO DO BLOG MOACIR PEREIRA.

quarta-feira, 10 de agosto de 2011

ATIVIDADE DO EJA II

PESQUISAR NO SITE:

www.infoescola.com/biomas/restinga/  

SOBRE: RESTINGA, MANGUEZAL 

IDENTIFICAR: Animais e vegetais que vivem nestes ambientes.


Após pesquisa criar uma apresentação de um animal e um vegetal de cada ambiente.

segunda-feira, 8 de agosto de 2011

ATIVIDADE DO EJA

No http://www.ra-bugio.org.br identifique o nome de 20 animais: mamíferos, anfíbios, répteis, aves e invertebrados. Copiar algumas imagens.
Após atividade pesquisar sobre a mata atlântica, informações básicas como: Região predominante no Brasil, importância da mata e intervenções.
Na sequência comentar sobre o instituto ra-bugio. ( O que é? Qual seu objetivo ? Qual a sua importância?

terça-feira, 2 de agosto de 2011

Visita ao Assentamento CONQUISTA DO LITORAL

No dia 20/07/11, com o grupo semente do projeto: Consumo Consciente,da E.M.Eugênio Klug, vencedor do Premio Embraco 2011, visitamos o Assentamento Conquista do Litoral em Garuva, uma experiência impar pois observamos que com organização, responsabilidade e vontade política podemos realizar a reforma agrária no Brasil. Bem como, desenvolver projetos de sustentabilidade na agricultura que produzam produtos semi orgânicos e orgânicos na agricultura familiar, contribuindo para o fim do êxodo rural.

segunda-feira, 1 de agosto de 2011

CURSO - IMPRESSÕES

      No primeiro momento o professor passou slides demonstrando a formação do Estado aos alunos conforme o esquema com explicação expositiva e comentário, onde observamos que os alunos entenderam o esquema apresentado. Na aula seguinte, a partir de um video confeccionado pelo professor no Windows Movie Maker com imagens e palavras sobre as civilizações, os alunos observaram e identificaram as civilizações relatadas. Assim o educador foi comentando cada civilização as palavras  e as imagens do video, ao fim, cada aluno descreveu as civilizações citadas com grande facilidade.




CEGUEIRA CULTURAL

A tragédia que abalou o mundo na Noruega nos faz pensar e refletir nos discursos políticos e atos xenofóbicos no mundo, principalmente na Europa que se diz um continente avançado e contemporâneo. Estes atos nos remetem ao passado, no período entre guerras  mundiais onde as direitas apoiam movimentos autoritários e antidemocráticos como nazismo e fascismo. Observamos assim, que atualmente por conta do tempo, podemos caminhar para um mesmo destino perigoso do passado. Sabemos que o ser humano em um todo é multicultural, pois nada é próprio, nada é único, todos somos frutos da diversidade, não existe ser humano puro, somos a soma de toda a diversidade cultural do mundo e da história. Todo o discurso fanático e extremo leva a cegueira cultural e a partir desta, grupos econômicos se apóiam para manipular e defender seus próprios interesses no mundo capitalista em que vivemos.

sábado, 30 de julho de 2011

BLOG DO SINTE DA REGIONAL - JOINVILLE

Neste blog você tem acesso as informações sobre o movimento e as reenvindicação do magistério catarinense !!
http://sintejoinville.blogspot.com/
sintejoinville.blogspot.com

AULA VIRTUAL

NO SITE da secretaria de educação de Santa Catarina podemos acessar video e slides com explicação das disciplinas! CONFIRA  /http://www.sed.sc.gov.br/aulavirtual/

segunda-feira, 25 de julho de 2011

OS PODEROSOS TEM MEDO DO PENSAMENTO !!!

Atividades realizada pelos alunos de filosofia 1 ano do ensino médio.
Observação: Não foi cobrado erros ortográficos apenas a interpretação.

segunda-feira, 18 de julho de 2011

QUAL É A SUA IDEOLOGIA ?

A Compra de Consciências
18 de julho de 2011

Texto do professor Adão Ayres, de Concórdia:

O governador Colombo em conjunto aos seus aliados deputados, foram extremamente pragmáticos e pacóvios. Lamentamos que muitos de nós professores, votamos nesta gente. Até mesmo, vi alguns colegas realizarem campanhas para deputados que hoje no momento que precisamos deles, votaram contra a classe do magistério. Manipulações, barganhas, maracutaias, pressões, promessas e compras de consciências aconteceram na ALESC para o voto contra o Piso, uma Lei Nacional em benefício aos professores. Até quando nós como cidadãos vão acreditar em políticos? Em suas campanhas são tão cheios de idéias maravilhosas, educação, saúde, segurança, saneamento básico, habitação e professores bem pagos, são as mais apresentadas como prioridades defendidas, mas só na campanha, a prática nada. Quando se elegem, onde estão as prioridades? O seu próprio bolso. Temos deputados em Santa Catarina, despreparados, sem ideologia própria, segue, faz o que seu líder quer, embora esteja errado, compactuam com erros descumprindo leis. Os doentes partidários, se o partido apresenta candidatos, qualquer um, respondendo processos judiciais, o povo do partido vota e faz campanha. Porque a existência de deputados? Pois não defendem direitos das classes trabalhadoras que são massacradas neste País, bem como dos professores que só são tão desvalorizados por não termos representantes, deputados dignos, conscientes, sensíveis que tenha compaixão e amor ao próximo. Deputados? Só defende seus interesses, do desgoverno e dos seus seguidores que vendem sua própria consciência para contrariar leis necessárias e contrariar o verdadeiro sentido da Democracia.
Retirado do blog de Moacir Pereira

quinta-feira, 14 de julho de 2011

Curso - planejamento

Curso: Tecnologias na Educação – Ensinando e aprendendo com as TIC

PLANEJAMENTO DE HISTÓRIA

Cristian kleinschmidt

Assunto:
Formação do estado e as grandes civilizações

Quais conhecimentos você espera que os alunos construam?

Desenvolver no educando com se deu a formação das grandes civilizações historicamente.

Identificar as civilizações que desenvolveram estados complexos no fim do período da pré-história.

Demonstrar em um esquema a formação do Estado.

Contextualização do tempo e espaço na história.


Tempo de duração/turma

Duas aulas – primeiro ano do ensino médio


Conhecimentos prévios que seus alunos possuem acerca da temática

A partir do conhecimento dos alunos sobre o Estado, será indagado que eles estão em um colégio do estado, a partir deste ponto presente em seu dia-dia será levantado a questão.



Estratégicas e recursos de aula

No início da aula será levantado as seguintes indagações:

1 – O nosso colégio pertence a uma instituição do ESTADO ?
2 – Quando o estado surgiu ?

A partir destas perguntas será apresentado no Datashow, onde será apresentado um esquema do surgimento do estado, e suas necessidades de forma expositiva pelo professor. Após será apresentado um pequeno vídeo desenvolvido no Window Movie Maker onde revelará nome, características e imagens de várias civilizações com um fundo musical. Assim os alunos deverão estar observando quais são as civilizações que se desenvolveram a partir da formação do estado.

Recursos complementares

Sala de aula
Quadro Branco
Datashow
Computador
CD


Forma de avaliação

A avaliação ser feita com um texto desenvolvido pelos alunos sobre as civilizações distinguidas no video e comentário feito pelo professor, terão também como base de pesquisa o livro didático.

A LUTA SEMPRE CONTINUA !!

Teremos outras e outras lutas, pois, não é um grupinho baixo que nos vai fazer desistir de lutar por uma qualidade melhor na educação catarinense.

segunda-feira, 11 de julho de 2011

GREVE ?!

Definição até quarta-feira

11 de julho de 2011

Os professores foram colocados num beco sem saída. Darão plantão na Assembléia Legislativa para que o projeto de lei seja rejeitado. O governo tem maioria tranqüila e poderá transferir a decisão para agosto. Neste cenário, há o risco de maior esvaziamento da greve. Os professores teriam condições de reverter esta situação desconfortável, colocando o governo em sinuca, se a greve ganhasse mais força esta semana, mantendo a paralisação no noticiário político. Ou, então, com a rejeição do projeto pela maioria parlamentar, possibilidade muito distante, senão impossível.

A rejeição seria o pior cenário para o governo e o ideal para os professores. Raimundo Colombo teria que reabrir negociações para enviar um novo projeto, em condições mais favoráveis ao magistério.

O governador enfatizou que estão encerradas as negociações. Os secretário Antônio Ceron reiterou na convenção de fundação do PSD que “não há mais espaços para negociações”, ao anunciar de forma categórica que “a greve termina esta semana”. Confirmou também que a Secretaria da Educação começará a contratar professores para substituição dos grevistas. O endurecimento do jogo foi anunciado pelo próprio Raimundo Colombo, quando alvo de protestos. Ele perdeu a calmam, chamou os grevistas de anarquistas e antecipou que agora o governo vai atuar com todo rigor.

A semana terá outra definição relevante que pode criar um fato novo: a decisão do ministro Félix Fischer, do Superior Tribunal de Justiça, que deverá decidir sobre o pedido de suspensão da liminar do juiz Hélio do Valle Pereira, mandando o governo devolver imediatamente os descontos salariais dos grevistas. A liminar não foi cumprida. Foi depois confirmada pelo desembargador Gaspar Rubick. O juiz deu prazo ao governo, fixando multa pelo descumprimento. Nada aconteceu. O governo alega que o Judiciário descontou dos servidores da Justiça que fizeram greve e não adota o mesmo procedimento para o Executivo. A questão, contudo, é de outra ordem. Se a Justiça tivesse decretado a ilegalidade da greve os professores não teriam que retornar às escolas?

TEXTO RETIRADO DO BLOG DE MOACIR PEREIRA

MOVIMENTOS SOCIAIS

MOVIMENTOS SOCIAIS – Fundamentais para a democracia

Qual o papel e a importância dos movimentos sociais para a democracia?

Os movimentos sociais ( grupos, associações e organizações não governamentais que se articulam coletivamente em torno de uma luta específica) ajudam a demonstrar os pontos falhos da democracia representativa de modelo elitista que cirscunscreve a participação política ao processo de votação eleitoral. No período que separa uma eleição da outra, a maioria da população fica provada de interferir no andamento das políticas publicas e é exatamente através dos movimentos sociais que as demandas vão surgir e se expressar para o conjunto da sociedade.
Movimentos sociais fortes são fundamentais para que as decisões políticas sejam mais democráticas e tenham consonância com as demandas sociais. A cultura do associativismo e da solidariedade social presente nos movimentos sociais é fundamental para pressionar a ampliação do espaço público nas democracias liberais que tendem à privatização do Estado e do escopo de atuação civil. No Brasil, os movimentos sociais tiveram, no período recente, um papel importantíssimo no estabelecimento de novas relações entre o Estado e a sociedade no que tange, por exemplo, às relações de gênero, etnia, uso do espaço público e vários outros aspectos que democratizam esta relação.

Texto retirado da revista “ Mundo Jovem “, entrevista com Ana Maria Prestes Rabelo, Mestre em Ciência Política - Julho de 2010.

sexta-feira, 1 de julho de 2011

A CARTA

Carta dos professores de Urubici
30 de junho de 2011

“Em resposta ao comunicado do governo de Santa Catarina, vimos através desta, esclarecer alguns pontos:
O governo alega que a cada nova proposta feita à categoria, surgem novas reivindicações por parte dos professores. Isto não é verdade! Reivindicamos desde o inicio o que está na Lei 11.738/2008. Inclusive já foi julgada constitucional pelo STF. A única mudança foi que a categoria fez uma proposta aceitando o parcelamento deste pagamento.
O governo afirma que paga o piso. Porém, para fazer isto ele mexe no Plano de Cargos e Salários e retira dos professores benefícios já conquistados ao longo da carreira.
O governo afirma ainda, ter dialogado com os professores. O que vimos, no entanto, foram sucessivas estratégias para dividir a categoria dando aumento a uns, maior que a outros, ou tirando de uns para dar a outros. Achando que com isto enfraqueceria o movimento. Os professores permanecem unidos.
O governo já efetuou os descontos de salários dos professores. Tal fato desobriga legalmente os professores de reporem às aulas, trazendo prejuízos irreparáveis a educação catarinense. Segundo declaração do Secretário de Educação “educação não é prioridade para a sociedade catarinense”. Discordamos totalmente. Para nós, professores e com certeza para pais e alunos, educação, é sim prioridade, e precisa ser de qualidade.
O governo diz não ter recursos para atender a reivindicação feita pelo magistério público estadual. Porém, não faz economia alguma do dinheiro público, gastando milhões, para veicular notas contra os professores nos meios de comunicação. Além disto, veja a seguir as irregularidades administrativas segundo ADVOGADOS DO SINTE (JOSÉ SÉRGIO DA SILVA CRISTÓVAM ADVOGADO DO SINTE/SC PROFESSOR UNIVERSITÁRIO MESTRE E DOUTORANDO EM DIREITO/UFSC. MARCOS ROGÉRIO PALMEIRA ADVOGADO DO SINTE/SC PROFESSOR UNIVERSITÁRIO MESTRE E DOUTOR EM DIREITO/UFSC.)
1. AS IRREGULARIDADES COMPROVADAS
De acordo com os Pareceres Técnicos do TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE SANTA CATARINA o Governo do Estado deixou de aplicar o PERCENTUAL MÍNIMO DE 25% da receita resultante de impostos, compreendida a proveniente de transferências, na manutenção e desenvolvimento do ensino, nos anos de 2003, 2004, 2005, 2007, 2008 e 2009, conforme o determina o ART. 212 DA CONSTITUIÇÃO FEDERAL;
Importante destacar que o Governo do Estado DEIXOU DE APLICAR INTEGRALMENTE NA EDUCAÇÃO BÁSICA e na época própria os recursos provenientes do FUNDEF/FUNDEB desde 2003 ATÉ O ANO CORRENTE, contrariando o que diz o art. 60 do Ato de Disposições Constitucionais Transitórias – ADCT e a Lei 11.494/2007;
Além disso, o Governo, por meio da Lei de Diretrizes Orçamentárias, inclui os recursos do FUNDEB na base de cálculo da Receita Líquida Disponível do Estado. Lembre-se que, de acordo com o art. 212 da Constituição Federal e art. 60 do ADCT toda a receita do FUNDEB só poderá ser gasta com A MANUTENÇÃO E DESENVOLVIMENTO DO ENSINO. No entanto, contrariando esta NÍTIDA ORDEM estabelecida na Constituição Federal, a LDO de Santa Catarina permite que o dinheiro do FUNDEB também seja distribuído para a Assembléia Legislativa, o Tribunal de Justiça, o Tribunal de Contas, o Ministério Público e a UDESC.
Importante reiterar que todas estas irregularidades estão detalhadas em Pareceres prévios do Tribunal de Contas do Estado (TCE) sobre as contas prestadas pelo Governador do Estado nos EXERCÍCIOS FISCAIS DE 2003 ATÉ 2009. A extensão das denúncias, bem como o enorme volume de recursos públicos que deixaram de ser empregados com o ensino público estadual demonstra a má gestão fiscal, fato que resulta em prejuízos para a sociedade catarinense, usuária deste essencial serviço estatal.
Atenciosamente, Professores da Rede Pública Estadual.
SE A GREVE NÃO ACABOU, A CULPA É DO GOVERNO!”

retirado do Blog de moacir pereira

Retirado do blog de Moacir pereira

“Sufocaram a educação”
30 de junho de 2011

“Augusto Cury, um famoso psicólogo e psiquiatra em seu livro, pais brilhante e professores fascinantes, publicou a seguinte frase: Ser educador é semear com paciência e colher com sabedoria. Em uma das reuniões da União Blumenauense dos Estudantes, com alunos de varias escolas da cidade, passamos a refletir essa frase e surgiram vários questionamentos.
Como um professor conseguira semear seus ensinamentos com as salas de aulas lotadas? Como criar um bom Ambiente escolar com os espaços físicos deteriorados? Como conseguiram ter uma boa saúde psicológica tendo uma carga horária de mais de 40h semanais? Como terão motivação para preparar uma aula sem plano de carreira e sendo ameaçados pelo governo do estado? Como conseguir conciliar e equilibrar a vida pessoal com a profissional se o executivo estadual faz um terrorismo e assédio psicológico descontando Salários em folha de pagamento?
Com tantos questionamentos aquela sala de reunião ficou calada, os estudantes olharam um para o outro e não tiveram duvida ao manifestar o extremo apoio aos educadores. Historicamente a educação por toda Santa Catarina vem sido sufocada. Estamos caminhando para um declínio histórico na educação. A greve dos professores fez ressurgir do baú do bom senso, outros impasses sociais. A começar pelas indicações politicas dos nossos diretores, que é um reflexo antidemocrático e um vestígio de uma politica ditatorial. A democracia também se aprende na escola .
Outro fato é a falta de politicas educacionais que instruam cidadania nas escolas, os nossos alunos hoje são informados e não formados. Temos que educar jovens que proponham mudanças e faça a diferença no mundo, o grêmio estudantil é um ótimo começo para o exercício de politicas sociais. Outro questionamento foi à forma de enfileirar carteiras nas salas de aulas. Psicólogos do mundo inteiro vêm alertando para o crime que se comete com esse pequeno ato. O processo de enfileiramento de carteira faz com que criamos indivíduos traumatizados e envergonhados, é logico o aluno fica anos olhando para a nuca de seu amigo da frente e quando tiver que se apresentar em uma plateia ficara constrangido, pois não lhe foi ensinado a olhar para os olhos das pessoas. O simples ato de formar uma sala com carteiras em forma de U ou em circulo ajudam nesse processo de desbloqueio da mente.
Educar é Semear com paciência e colher com sabedoria, quando se das condições para que se faça isso!
JEAN VOLPATO
Estudante de Jornalismo do IBES SOCIESC

Governo muda hora da reunião!

O governo vai se encontrar com o sindicato a tarde !

Esperamos que haja alguma solução ?!!

quinta-feira, 30 de junho de 2011

REUNIÃO

Estamos no aguardo da reunião com o Governo e o Sinte, esperamos que o governo aceite a proposta do sindicato. A reunião esta marcada para 10:00hs da manhã.

O MAGICO DE OZ

Texto retirado do Blog de Moacir Pereira. 30/06/2011


“Um dia a mais, uma semana a mais e paciência de menos!
Leio as manchetes e fico como um boneco “João Bobo” sorrio, entristeço, sorrio, entristeço!… Parece loucura, em uma mesma semana as coisas andam pra frente e pra trás, pra frente a pra trás. Fico pensando… Estou insana ou o mundo enlouqueceu!
No início a greve lembrou-me uma história poética, poética, gloriosa, por idéias e ideais! Agora parece uma fábula louca! Não somos Dom Quixotes! Somos “Dorothys” perdidos em um mundo louco e tentando voltar pra casa, nesse caso para as escolas, e nem temos sapatos mágicos.
Temos sim, um leão, no caso, Colombo, um homem muito bom em falar em público, convencendo e persuadindo pessoas sobre suas idéias antes das eleições, mas que na hora de tomar uma atitude provou não ser realmente como parecia, vive viajando e nunca está para negociar ou decidir; Um espantalho sem cérebro, esse representa nosso secretário de educação, que até agora so soube colocar os pés pelas mãos, nunca vi uma pessoa tão desinformada do cargo que ocupa. E, por fim, o Homem de Lata, sem coração representado por Eduardo, nosso vice-governador, esse, fica lá na sombra sem sujar seu partido ou suas mãos! Não está nem ai! Vou poupar Deschamps, mal ou bem tem trabalhado, e muito. As bruxas do oeste e do leste podem ser Luiz Henrique e Paulo Bauer, que tem uma grande responsabilidade em toda essa poca vergonha. Tem uma bruxa da ilha que não tem em Oz, mas existe em Florianópolis, amedrontando diretores e assistentes de educação. Preciso citar o nome?
É isso, estamos todos perdidos, nas mãos de pessoas que não estão nem ai! E ainda vem com discurso de preocupação com alunos catarinenses e pressa de volta as aulas, ou de estar aberto ao diálogo, quando recorre na ação de ilegalidade da greve afirmando que é um precedente ináceitavel!. Alguém mais acredita? Para!
E parece que está tudo normal, os presos fogem vira escandalo. Marcha em favor da legalização da maconha, manchete. Neve em todos os jornais. Milhares de alunos em casa, uma sequência de desmandos, trapalhadas, reuniões marcadas que não acontecem, decições não decididas… E? Nada!
O que temos que fazer para que essa situação se resolva? uma fuga em massa? Sair pelas ruas defendendo algo que escandalize as pessoas mais tradicionais? Nevar não dá! Já fizemos cartas, e-mails, monções, passeatas, panelaços, recorremos a justiça, missas, velas, bençãos…. E? Nada.
Esqueci-me de um personagem, tão importante quanto a Dorothy, o mágico! É isso precisamos encontrar um mágico! Urgente!
Patricia dos Reis da Silva.”

segunda-feira, 20 de junho de 2011

"AULA DE CIDADANIA"

COMENTÁRIO DO BLOG DE MOACIR PEREIRA SOBRE A MATÉRIA:DC: “Aula de cidadania”

20 de junho de 2011
edgard diz:
20 de junho de 2011 às 12:38 pm

Diario Catarinense preocupado com a educação ou com impacto negativo que o governo esta tomando ?????

Hipocresia, desde o começo da greve o jornal vem mostrando bem e claramente dentro da sua linha editorial que lado esta. LADO DO GOVERNO…

IGNORA A CLASSE DOS PROFESSORES, COLOCANDO MATERIAS TENDECIOSAS, NÃO MOSTRANDO A REALIDADE COMO:

DESVIO DO FUNDEB: A Secretaria da Fazenda informou à Assembléia Legislativa que no período de 2003 a 2010 o governo aplicou a fabulosa quantia de R$ 2.795.232.179,02 do Fundo para pagamento dos professores aposentados, o que fere a lei. O TCE determinou,então, que o governo reduzisse esta transferência até zerá-la, cabendo ao Tesouro o crédito dos aposentados. Com isto, todo o dinheiro do Fundeb seria reservado para os salários dos professores e melhoria das escolas.

- Tribunal de Contas através do parecer prévio do conselheiro Salomão Ribas Júnior que LHS deixou de repassar nos ultimos anos R$ 1.670.000.000,00 para a educação.

- Repasse do Fundeb de Maio para SC (só o de maio!):R$ 141.360.809,37
Destes, legalmente podem ser aplicados (aplicados eu disse!) 60% na remuneração dos professores e demais profissionais da educação;
Então, 60% deste valor é 84.816.485,58
Soma-se a isso os 22.000.000,00 que o governo estabeleceu como teto, logo
104.816.485,58!!!! (mensal)
Pode pagar o piso integral assim???

- – O Estado de Santa Catarina tinha 7.187 Comissionados, a um custo mensal de R$ 8.277.109,66 de gratificações… fora os valores básicos e outras ajudas de custos…
- As 36 SDRs (os cabidaços) tinham 1.740 funcionários, e uma Folha de Pagamento de R$ 5.875.484,43 mensal…
- O estado tinha 125.911 Funcionários, e uma folha de pagamento de R$ 390.268.658,69.
E uma curiosidade os funcionários da ativa representam 68,52% do total e consomem 66,44% da folha…
Já os inativos são 31,48% e consomem 33.56% da Folha.. ou seja os aposentados ganham mais dos que estão trabalhando…
- Os Servidores comissionados consumiram 38,45% do total da Folha de Pagamento ou R$ 147.999.145,52… enquanto que todos os 63.189 funcionários da Secretaria da
Educação consumiram 33,90% ou R$ 126.301.411,38…
- Se comparar pela média, enquanto os servidores da Secretaria da Educação ficaram em R$ 1.998,79 por funcionário/mês.. os funcionários das SDRs ficaram com R$ 3.376,72 por mês… sem ter que dar uma única aula…
Não estou considerando nesses cálculos os dados e valores referentes aos 235 novos cargos comissionados que o “Messias” criou.. e isso a um custo de 14 milhões/ano… ou uma média de R$ 4.964,54/mês…
Então caros professores não recuem… se TODAS AS SDRs sumirem.. nada acontecerá aos estado… absolutamente NADA… Se o “Messias” reduzir o número de Comissionados em 30% apenas… o Estado não morre… já se os professores continuarem a receber a miséria que recebem… SANTA CATARINA TEM O MENOR SALÁRIO DE PROFESSOR DO BRASIL…

Cidadania é o conjunto de direitos e deveres que regem a vida e o modo de atuação de um indivíduo na sociedade. É através da cidadania que o indivíduo pode exercer seu papel fundamental no desenvolvimento da sociedade, lutando por melhores garantias, tanto individuais quanto coletivas, e por direitos essenciais como o direito à vida, à liberdade de expresssão, à propriedade, à igualdade e a todos os valores civis, políticos e sociais que equilibram a vida em sociedade.
Por isso a greve continua ate a cidadania ser alcançada…….

quarta-feira, 1 de junho de 2011

GREVE ?!

PROFESSOR MIXARIA


Algum tempo atrás assisti a um show, em DVD, de um comediante onde uma de suas piadas era a seguinte: “ já foi o tempo que dar o golpe do baú era casar com uma professora ...” no primeiro momento achei engraçado, mas na realidade é algo muito triste, pois o artista nos revela através de sua piada, de sua arte cômica, a falta de respeito e da desvalorização do professor. Em outra ocasião, mais recente, vi um comentário na TV sobre a postura do professor na greve, quanto a usar ou não usar nariz de palhaço nas manifestações, concordo e ao mesmo tempo discordo, tenho consciência de que um professor deve manter uma postura profissional, vestir se adequadamente, falar e escrever corretamente.
Ao mesmo tempo, vejo que somos realmente palhaços destes que estão no poder, pois descumprem a lei, não apresentam propostas concretas, dizem estar dispostos a negociações, mas dão coletivas a imprensa em vez de conversar com o sindicato e dizem que estão preocupados com as crianças sem aula, mas esquecem do caos no início do ano, de duas a três semanas sem professores nas escolas, devido a incompetência do governo, em contratar professores. Sendo assim concordo que o nariz de palhaço sirva para os professores.
Será que ninguém da sociedade esta vendo o grande momento histórico, pelo qual, o magistério catarinense esta passando, onde 90% dos professores estão parados mostrando a todo Estado que estamos à beira do caos educacional ? Que estamos reivindicando a aplicação de uma lei? Que estamos reivindicando o dinheiro desviado do FUNDEB? Que estamos cansados de promessas e maquiagem na área da educação? Que não queremos mais ser uma classe sem valor e sem perspectiva profissional? Que não queremos mais ser tratados como professor mixaria? Será que somos tão inocentes em acreditar que se o governo pudesse daria sempre aumento salarial aos professores ? Saiba que as conquistas do magistério seja no plano de carreira ou abonos e vale-alimentação sempre foram conquistadas por manifestações e greves em Santa Catarina.
Ah ! Se esse comediante, esse comentarista ou esse político estivessem na minha delegacia, quer dizer, na minha escola ! ( TAPA NA MESA )

CRISTIAN KLEINSCHMIDT – Professor de História, da E.E.B. Dr. Tufi Dippe em Joinville

terça-feira, 3 de maio de 2011

SAMBAQUI

     Os sambaquis são camadas de conchas e areias, entre as quais, encontramos vestígios da cultura material do sambaquianos. A palavra sambaqui tem origem do tupi-guarani - tambaqui - (monte de conhas), os povos dos sambaquis viveram no litoral entre o Espírito Santo até o Rio Grande do Sul. Santa Catarina tem uma grande concetração de sambaquis, neles encontramos vários objetos, entre eles, os Zoólitos, que são esculturas em forma de animais geralmente feitas em pedra, através de picoteamento e polimento.





quinta-feira, 14 de abril de 2011

HISTÓRIA IV

      A negação nos estudos científicos, biológicos, antropológicos, arqueológicos e históricos sobre a evolução do homem e os demais seres vivos é algo que não podemos mais aceitar, pois, a tecnologia nos da cada vez mais instrumentos para identificar e analisar a questão do evolucionismo. Documentos, programas televisivos, pesquisas cientificas, tudo nos mostra através dos meios de comunicação que o darwinismo propôs é algo surpreendente e real. Mas é claro, que não podemos nos esquecer da espiritualidade das pessoas, acho que uma das fugas deste mundo totalmente capitalista ( onde no mercado de trabalho somos todos concorrentes ) a religiosidade nos serve de abrigo, consolo, as palavras que são ditas na " igrejas da vida " podem dar sustentação a nós nesta vida de exploração das classes sociais. Assim observo que o evolucionismo esta ai, nas a religiosidade é muito importante para estarmos em sintonia com tudo e todos.

HISTÓRIA III

   A pré-história é dividida em três partes para o estudo: PALEOLÍTICO, NEOLÍTICO e IDADE DOS METAIS.

CARACTERÍSTICAS

PALEOLÍTICO: Caça, pesca, coleta de frutos e nômades.

NEOLÍTICO: Domesticação de animais, agricultura e pastoreio.

HISTÓRIA II

    Sabemos que existe teorias para o surgimento do "homem", mas podemos citar duas: criacionismo( criação de Deus ) e evolucionismo ( evolução das espécies).

   Percebemos que em várias fontes de pesquisas científicas observamos o surgimento dos primeiros hominídeos, na África por volta de 4 milhões de anos atrás.

HISTÓRIA

     A história é uma ciência que estuda e pesquisa os aspectos sociais, culturais e econômicos das sociedades do passado através da fontes históricas, onde podemos citar: orais, sonoros, escrito, visual e cultura material.

     Os primeiros homens marcavam o tempo através dos ciclos naturais como o dia e noite, fases da lua e a posição dos astros.

     A LINHA TRADICIONAL DA HISTÓRIA OCIDENTAL divide a linha da história em cinco partes: Pré-história (comunidades primitivas), antiga, média, moderna e contempôranea.
     A pré-história é dividida em 3 partes: Paleolítico, neolítico e Idade dos Metais.

sexta-feira, 1 de abril de 2011

IMAGEM 2 - FEUDO

IMAGEM 1 - FEUDO

TESTE SEUS CONHECIMENTOS

1 - COMO ERA A ALIMENTAÇÃO DOS SERVOS?

2- QUAIS OS ALIMENTOS CONSUMIDOS PELOS NOBRES?

3 - CITE UM PRODUTO ALIMENTÍCIO CARO NA IDADE MÉDIA?

4 - A ALIMENTAÇÃO NOS PODE MOSTRAR A CLASSE DE UM GRUPO?

5 - DESCREVA COMO ERA UM RITUAL DE INGRESSO NA CAVALARIA:

6 - QUAL ERA O GRUPO QUE PERTENCIA A CAVALARIA?

7 - Interprete as imagens:

IMAGEM 1

a) O que era o Manso comum ?
b) O que era o manso servil ?
c) O que era produzido no manso senhoral ?

8 - DESCREVA O QUE VOCÊ VE NA IMAGEM 2

9 - O QUE ERA A CORVÉIA  ?

10 - O QUE ERA A BANALIDADE ?

11 - QUE LIGAÇÕES COM O NOSSO COTIDIANO PODEMOS RELACIONAR A IDADE MÉDIA?

O CAVALEIRO

O cavaleiro era um combatente armado que pertencia à nobreza feudal. Até o séc. X, só os vassalos mais importantes se tornavam cavaleiros. No séc. seguinte, a cavalaria afirmou-se como uma intituição ligada a toda  Nobreza. O ritual de ingresso na cavalaria marcava a passagem para a vida adulta: um adolecente de 18 a 20 anos recebia do senhor um golpe na nuca e as armas, que faziam dele um integrante do grupo de cavaleiros.

ALIMENTAÇÃO NO FEUDO

A alimentação indicava a condição social das pessoas. Em geral, os servos consumiam a carne cozida, que complementava as sopas e papas de cereais e legumes. A alimentação dos nobres, embora mais nutritiva que a dos camponeses, era pouco variada. Compunha-se principalmente de carne, peixe, queijo, cebola, nabo, cenoura, feijão, ervilha, maçãs e peras. O açúcar só se tornou conhecido a partir do séc. XII e, mesmo assim, era tão caro que só entrava nas cozinhas dos nobres mais poderosos.

Referência Bibliogáfica: Projeto Aráriba edit. moderna

FEUDO - DESENHOS

ATIVIDADE DESENVOLVIDA POR ALUNOS DA 6 º SÉRIE 1 e 2